Criação de um Clube de Programação: uma análise da participação feminina – ThinkTEd

Criação de um Clube de Programação: uma análise da participação feminina

16 de agosto de 2020

RESUMO

Com o crescimento do mercado de TI, há uma grande preocupação sobre a baixa quantidade de mulheres nessa área, o que provocou o surgimento de iniciativas para fomentar a inserção de mulheres nas áreas da computação. O presente artigo trata da análise de desempenho e participação feminina em um clube de programação desenvolvido em uma escola pública, com alunos do ensino médio. A metodologia utilizada no processo foi fundamentada na aprendizagem através de projetos e na teoria construcionista de Seymour Papert, além de conter aspectos de uma aprendizagem criativa. A fim de tornar a aprendizagem mais eficaz foi adotada uma sequência didática definida pelas atividades essenciais no processo. A análise dos dados mostrou que, na maior parte das atividades, as meninas obtiveram um desempenho melhor que os meninos, mostrando mais dedicação e interesse. Os resultados positivos denotam uma disposição para a escolha da computação como área de atuação.

Referência Bibliográfica

de Sousa Pires, F. G., de Lima, F. M. M., Bernardo, J. R. S., & Ferreira, R. M. Criação de um Clube de Programação: uma análise da participação feminina.